Blog Biologia | Prof. Fernando Belan
 
 
 
 
Publicidade
24 Set
Doenças Renais 08:00
Doenças Renais
Existem várias doenças renais, sendo que uma das mais comuns é decorrente de problemas nos glomérulos, que deixam de filtrar adequadamente o sangue, trazendo sérias consequências ao organismo.

Uma redução na taxa de filtração causa perda da homeostase com desequilíbrio no teor de água, sais e excretas nitrogenadas no corpo. A retenção de água provoca edema e, à medida que a concentração de íons hidrogênio aumenta, os fluidos corpóreos tornam-se mais ácidos, falando-se em acidose. Excretas nitrogenadas acumulam-se no sangue e nos tecidos, causando uma condição denominada uremia. Se a acidose e a uremia não forem tratadas, podem levar a pessoa à morte.

Quando o rim deixa de funcionar, é necessário realizar diálise. Uma das formas de diálise é a hemodiálise, em que o sangue do paciente circula em uma máquina que remove as impurezas nele presentes. A hemodiálise dura entre 4 e 6 horas e em geral é feita a cada 3 ou 4 dias. Em alguns casos, o transplante de rim é necessário.

Cálculo renal

O cálculo renal ou pedra no rim é uma doença renal causada por uma estrutura cristalina que se forma nas várias partes do trato urinário. Alguns cálculos podem permanecer assintomáticos, não requerendo tratamento. Entretanto, podem também obstruir e ferir partes do trato urinário ao tentarem passar junto com o fluxo normal da urina, causando dor intensa.
Quando um cálculo é muito grande para passar pelo trato urinário, ele pode ser quebrado em partes menores, por exemplo, com ultrassom.

Fonte: Lopes, S & Rosso, S. Conecte bio. vol 2. São Paulo, Saraiva, 2011.

Fazer um comentário neste post:

Comentar

Comentários

  • Nenhum comentário até agora. Seja o primeiro a comentar!

Voltar