Blog Biologia | Prof. Fernando Belan
 
 
 
 
Publicidade
02 Dez
UFGD 2009: Questões comentadas 09:05
UFGD 2009: Questões comentadas
01. (UFGD 2009) Os seres vivos vivem em constantes relações no ambiente. Essas relações são as interações ecológicas. Elas podem ser harmônicas e desarmônicas, interespecíficas (quando envolvem seres vivos de diferentes espécies) e intraespecíficas (quando envolvem seres vivos da mesma espécie). Relacione as colunas a partir dessas considerações.

(1) Sinfilia                         ( )Algas
(2 ) Parasitismo                ( ) Garcas e gado bovino
(3 ) Protocooperação       ( ) Formigas e Pulgões
(4 ) Colônias                     ( )Abelhas
(5 ) Sociedade                  ( ) Bernes e Bovinos

Assinale a alternativa que indica a ordem correta na segunda coluna.

a) 4–3–1–5–2.
b) 4–2–1–5–3.
c) 5–2–1–4–3.
d) 1–2–3–4–5.
e) 5–2–3–4–1.




Resolução: Mais uma questão de relações ecológicas. As algas formam associações intraespecíficas harmônicas chamadas de colônias, que se difere da sociedade por apresentar união física entre seus componentes. Garças e gado realizam protocooperação em que ambos são beneficiados porém não é uma associação obrigatória. Formigas e pulgões realizam a interação chamada sinfilia onde as formigas se alimentam da seiva secretada pelos pulgões sem prejudicá-los. As abelhas formam complexas sociedades com divisão de trabalho, sendo a rainha a única fêmea fértil. Bernes e bovinos são exemplos de parasitismo pois as larvas do berne crescem em feridas e acabam por se alimentar da carne, prejudicando os bovinos.
Alternativa A




02. (UFGD 2009) Os grupos zoológicos diferem morfologicamente uns dos outros. Essas diferenças evolutivas, que caracterizam os diferentes grupos, são utilizadas em sua classificação. Estabeleça a associação correta entre as características e os filos, de acordocomas informações a seguir.

Características
I- Corpo achatado, excreção por células flama, sistema digestorio incompleto.
II- Corpo cilíndrico e segmentado, hermafroditas com fecundação cruzada.
III- Possuem mesogleia, alternância de gerações, protostomios e diblásticos.
IV- Exoesqueleto quitinoso, filo com maior numero de espécies, pernas articuladas, protostomios e triblásticos.
V- Endoesqueleto com placas calcarias articuladas, simetria radial, deuterostomios e triblásticos.

Filos
(  )Artrópodes.
(  ) Cnidários.
(  ) Equinodermos.
(  ) Platelmintos.
(  )Anelídeos.

Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta.
a) V- III - IV- I - II.
b) IV- III - V - I - II.
c) V- III - IV- II - I.
d) V- IV- II - I - III.
e) IV- III - V - II - I.




Resolução: Platelmintos apresentam corpo achatado pois são possuem cavidade corporal, excreção por céulas-flama ou solenócitos e tubo digestório incompleto, ou seja, apresentam apenas a boca. Anelídeos são vermes cilíndricos com corpo segmentado, ou seja, dividido em anéis ou metâmeros. Podem ser hermafroditas como a minhoca, porém, realizam fecundação cruzada para aumentar a variabilidade genética. Cnidários são animais diblásticos, apresentando ectoderme e endoderme, possuem fase de pólipo (séssil) e medula (natante) e seu corpo é constituído por uma gelatina chamada de mesogleia. Artrópodes são os representantes com o maior número de espécies do reino animais com mais de 1 milhão de exemplares, apresentam exoesqueleto de quitina e devido a isso realizam mudas (ecdises), patas articuladas e são triblásticos. Por fim os equinodermas são animais exclusivamente marinhos, deuterostômios assim como os cordados possuem endoesqueleto e simetria radial ou pentarradial, lembrando que as larvas ainda apresentam simetria bilateral.
Alternativa B




03. (UFGD 2009) A sequência a seguir indica, de forma simplificada, os passos que foram utilizados por um grupo de cientistas para realizar a clonagem de uma vaca.

I – Retirou-se um ovulo da vaca X. O núcleo foi desprezado, obtendo-se um ovulo enucleado.
II – Retirou-se uma célula do tecido epitelial da vaca Y.O núcleo existente no interior da célula epitelial foi isolado e conservado, desprezando-se o resto da célula.
III – O núcleo da célula do tecido epitelial foi inserido no ovulo enucleado e, por meio da utilização de descargas elétricas, houve a fusão de ambos. A célula reconstituída foi estimulada a entrar em processo de divisão celular.
IV – Apos algumas divisões, o embrião foi implantado no útero de uma terceira vaca Z, mãe de aluguel. O embrião se desenvolveu dando origem ao clone.

Considerando-se que as vacas X,Y e Z não têm parentesco entre si, pode-se afirmar que o animal resultante da clonagem tem as características genéticas da(s) vaca(s)

a) Z, apenas.
b) X eY, apenas.
c) X,Y e Z.
d) X, apenas.
e)Y, apenas.




Resolução: Nesse processo de clonagem podemos identificar características genéticas da vaca X, que foi doadora do óvulo e portanto, do DNA mitocondrial, e da vaca Y, que foi a doadora do material genético nuclear. A vaca resultante da clonagem teria características físicas da vaca Y por ter maior carga genética. A vaca Z, sendo apenas mãe de aluguel, não contribuiu genéticamente com as características do clone.
Alternativa B




04. (UFGD 2009) As últimas Olimpíadas ficaram marcadas pelos sucessivos recordes alcançados em todas as áreas. O aumento gradativo do rendimento dos atletas mostrou claramente maior preparo físico. O sucesso deles está ligado à ciência e à tecnologia, que têm sido importantes aliadas na obtenção de melhores desempenhos. Fisiologistas esportivos num centro de treinamento olímpico monitoram os atletas para determinar a partir de que ponto seus músculos entram em processo de fadiga muscular. Eles fazem essa análise sob condições _______ e investigando o aumento, nos músculos, de _______ . Assinale a alternativa que apresenta, pela ordem, informações adequadas para o preenchimento das lacunas.

a) anaeróbicas e ATP.
b) aeróbicas e ATP.
c) anaeróbicas e acido láctico.
d) aeróbicas e acido láctico.
e) anaeróbicas e acido acético.




Resolução: O processo que é responsável por causar a fadiga muscular é a fermentação láctica, que ocorre na ausência de O2 e acaba produzindo ácido láctico provocando a fadiga. O fato de se medir a produção de ácido lático em anaerobiose serve para monitorar o desempenho dos atletas em condições de grande esforço físico.
Alternativa C




05. (UFGD 2009) Maria (III.12), cujos avô materno e avó paterna eram albinos, estava preocupada com a possibilidade de transmitir o albinismo para seus filhos. Para solucionar tal dúvida, desejava saber qual era a probabilidade de ser portadora deste alelo. Qual das alternativas a seguir corresponde à resposta correta ao questionamento de Maria?




a) 1/2.
b) 1/3.
c) 3/4
d) zero.
e) 2/3.




Resolução: Sabendo-se que Maria (III-12) possui avós albinos, pode-se concluir que seus pais (II-7 e II-8) são heterozigotos. Logo Maria pode ter 3 genótipos possíveis: AA; Aa e aA. Como Maria não é albina descarta-se a possibilidade de ela ser aa. Então a chance de Maria ser portadora para o alelos causador do albinismo é 2/3 (Aa e aA) e 1/3 de não ser portadora (AA).
Alternativa E




06. (UFGD 2009) Em 1992, uma expedição franco-brasileira de espeleomergulhadores encontrou na gruta do Lago Azul, localizada em Bonito, no Mato Grosso do Sul, fósseis de um tigre dentes-de-sabre (Smilodon populator ) que viveu durante o período geológico do Pleistoceno – 6.000 a 10.000 anos atrás. Os tigres dentes-de-sabre eram predadores corpulentos, fortes, com imensos caninos;
colonizaram quase todos os continentes, até serem extintos. Em estudos recentes, pesquisadores obtiveram o DNA mitocondrial de duas espécies deles, o Smilodon populator, comum no Brasil, e o Homotherium serum, da América do Norte. Depois, compararam as "letras" químicas do DNA mitocondrial com as de vários felinos vivos,como leões, jaguatiricas e guepardos. A partir dessa análise, foi montada a árvore filogenética de alguns carnívoros, representada pela imagem a seguir.




I - Na historia evolutiva, os tigres dentes-de-sabre (Smilodon populator) tiveram ancestral comum com a jaguatirica (Leopardus pardalis).
II - Os tigres dentes-de-sabre, hoje extintos, descendem de tigres (Panthera tigris).
III - Não existe relação de parentesco entre gato (Felis silvestris catus) e dentes-de-sabre (Smilodon populator).
IV -A partir das comparações entre os DNA desses carnívoros, espera-se que exista maior semelhança entre leão (Panthera leo) e tigre (Panthera tigris ) do que entre hiena (Crocuta crocuta) e tigre dentes-de-sabre (Smilodon populator).

Em relação a essas afirmações, assinale a alternativa correta.
a) Apenas I e II estão corretas.
b) Apenas I, II e IV estão corretas.
c) Apenas II e III estão corretas.
d) Todas as afirmações estão corretas.
e) Apenas I e IV estão corretas.




Resolução: Voltando no cladograma vemos que a partir do mesmo ancestral que originou Smilodon populator saiu a linhagem dos felinos modernos, entre eles a jaguatirica Leopardus pardalis. Os tigres dentes-de-sabre se diferenciaram bem antes do surgimento dos tigres modernos, não sendo possível que os primeiros descendecem dos segundos. Os gatos e os dentes-de-sabre possuem parentesco pois descendem de um mesmo ancestral. A maior semelhança entre Leão e Tigre pode ser explicada pois ambos pertencem a um grupo monofilético, ou seja, apresentam um acestral comum exclusivo que se diferenciou mais recentremente do que o ancestral de hiena e tigres dentes-de-sabre.
Alternativa E




07. (UFGD 2009) Um grupo de alunos foi levado ao laboratório, onde, com o auxílio de microscópio, puderam ver a reprodução sexuada de uma planta. Eles perceberam que o primeiro núcleo espermático fecundava a oosfera, enquanto o segundo núcleo espermático fecundava o núcleo que resultou da união dos núcleos polares. Esse momento de reprodução sexuada é o das
a) briófitas.
b) angiospermas.
c) gimnospermas.
d) pteridófitas.
e) algas.




Resolução: O texto acima descreve o processo de dupla fecundação com a formação do embrião (2n) e o endosperma (3n), processo esse que só ocorre nas Angiospermas.
Aternativa B




08. (UFGD 2009) Sobre problemas ambientais, observe as afirmações a seguir.

I - O aquecimento global e atribuído principalmente a emissão de diferentes gases de efeito estufa lançados na atmosfera pelas atividades humanas. O dióxido de carbono e o oxigênio juntos são responsáveis por três quartos do problema.
II - Os desmatamentos provocam a perda de micronutrientes pelo solo, diminuindo a sua fertilidade e aumentando o assoreamento de rios, causando inundações em seus arredores. Outro aspecto importante e que o desmatamento pode implicar diminuição ou mesmo extinção de espécies animais.
III - A eutrofizacao da água, forma mais comum de poluição das águas, e causada pelos esgotos dos humanos nos rios, lagos e mares, levando assim a um aumento da quantidade de nutrientes disponíveis nesses ambientes. A eutrofizacao permite grande proliferação de bactérias anaeróbicas que consomem rapidamente todo o oxigênio existente na água. Conseqüentemente, a maioria das formas de vida acaba por morrer, inclusive as próprias bactérias. Devido a essa eutrofizacao por esgotos humanos, os rios que banham as grandes cidades do mundo viram a sua fauna e flora destruídas, tornando-se esgotos a céu aberto. Esses esgotos nos rios acarretam ainda a propagação de doenças causadas por vírus, bactérias e vermes.
IV - Na superfície terrestre, o ozônio contribui para agravar a poluição do ar nas cidades e para ocorrer à chuva acida. Mas, nas alturas da estratosfera (entre 25 e 30 km acima da superfície), e um filtro a favor da vida. Sem ele, os raios ultravioletas poderiam aniquilar todas as formas de vida no planeta.
V- A interferência do homem no Meio Ambiente (desmatamento, acumulo de lixo, circulação de animais) fez aparecer em zonas urbanas doenças como leishmaniose, leptospirose e outras consideradas de zona rural.

Em relação a essas afirmações, pode-se concluir que está(ao) incorreta(s):

a) I, III e IV, apenas.
b) III e IV, apenas.
c) I e V, apenas.
d) I e II, apenas.
e) I e III, apenas.




Resolução: Atenção pois a questão pede para marcar as incorretas. O oxigênio não tem contribuição significativa no efeito estufa. No processo de eutrofização as bactérias anaeróbicas aparecem apenas o final do processo quando o oxigênio da água já foi consumido pela bactérias aeróbicas.
Alternativa E




09. (UFGD 2009) Existem plantas que, por suas características morfológicas, são mais adaptadas à função de conter a erosão do solo. Entre as plantas indicadas para esse fim, costuma-se utilizar espécies do grupo das Gramíneas (monocotiledôneas). Indique a alternativa que apresenta uma característica que corresponde a esse grupo.

a) Flores pentâmeras.
b) Raízes fasciculadas.
c) Folhas peninérveas.
d) Folhas sem bainha.
e) Sementes com dois cotilédones.




Resolução: São características de monocotiledôneas: Nervuras paralelas, flores trímeras, raizes cabeleira ou fasciculada, feixes vasculares difusos no caule, sementes com apenas um cotilédone e folhas com bainha.
Alternativa B




Fazer um comentário neste post:

Comentar

Comentários

  • Nenhum comentário até agora. Seja o primeiro a comentar!

Voltar