Blog Biologia | Prof. Fernando Belan
 
 
 
 
Publicidade
99 posts com a categoria "curiosidades".
Você sabe de onde vem a gelatina?
Ela é feita de uma proteína animal chamada colágeno, tirada quase sempre do couro do boi. O processo inicia-se com a preparação das raspas dessa pele. "Depois vêm as etapas de extração, filtragem, concentração, esterilização, secagem e moagem", afirma Alexandre Ferreira Costa, técnico da Kraft Foods.

O resultado é um pó incolor, com aplicações não só na indústria de alimentos, como na farmacêutica e outras. Para fabricar a gelatina consumida como sobremesa, esse pó é acrescido de aromatizantes, corantes e açúcar ou adoçante. A transformação do pó em alimento, já em casa, se dá através da … Leia mais
O que é a
É a castanha de uma planta nativa da África tropical. A árvore chegou às Américas trazida pelos escravos e ganhou nomes como noz-de-cola, orobó e café-do-sudão. As árvores coleiras produzem uma noz de 2 a 5 centímetros, com a cor avermelhada típica dos refrigerantes feitos com ela. Graças à alta concentração de cafeína, a cola é usada pelos africanos como estimulante e digestivo. Além disso, quando mastigada, ela realça o sabor doce de alimentos consumidos em seguida. Hoje, entretanto, os refris só têm noz-de-cola no nome, porque ela foi substituída na fórmula por ingredientes sintéticos

Leia mais
As imagens microscópicas mais incríveis de 2013!


1. Um Paramecium, protozoário que você deve conhecer das aulas de Biologia. Eles vivem em água fresca e usam a água para se movimentar - engolindo e expelindo o material para tomar impulso.






2. Uma larva de Trichoptera, ou mosca-de-água.





3. Cauda de rato iluminada para mostrar os folículos de onde saem as células-tronco que originam os pelos.






4. Para fotografar essa larva-de-vidro foi utilizada uma iluminação especial. Animais assim são encontrados em lagos de todo o mundo - mas, menores, eles não parecem tão ameaçadores.






5. A imagem mostra … Leia mais
Quais animais hibernam? Por quê?
Esquilos, morcegos, marmotas, ratos-silvestres, hamsters e ouriços são alguns dos animais que hibernam. Eles fazem isso para poupar energia durante o inverno, já que, nessa estação, a comida é escassa. O fenômeno só acontece com animais homeotermos (que têm a temperatura corporal constante) e que vivem em regiões temperadas e árticas, onde o frio é muito rigoroso. "Ao hibernar, o animal parece estar morto, mas o que acontece, na verdade, é uma brusca redução nas atividades do seu organismo", diz a bióloga Cecília Pessutti, do Zoológico de Sorocaba, SP. A temperatura do corpo cai, a respiração … Leia mais
Perdendo a cabeça! É possível uma cabeça decapitada manter a consciência?
Algumas histórias bizzaras já relataram que cabeças decepadas pareciam viver por alguns segundos, piscando, mudando expressões faciais e  até mesmo tentando falar.

Diz a lenda que durante a Revolução Francesa, um carrasco que teria decepado a cabeça de Charlotte Corday (que assassinou o político Jean-Pau Marat) levantando a cabeça para o público e desferindo um tapa contra a face já separada do corpo. Testemunhas afirmaram que os olhos de Corday miraram o carrasco enquanto que uma expressão inconfundível de desgosto tomou conta de seu rosto.

Mais recentemento, em 1989, um veterano … Leia mais
É verdade que, quando se doa parte do fígado, ele se regenera?
Sim. O fígado é o único órgão do corpo humano capaz de reconstituir até 75% de seus tecidos. O homem já conhece essa impressionante capacidade desde a Antiguidade. A mitologia grega conta que o titã Prometeu foi condenado por Zeus, o deus supremo, a passar a eternidade acorrentado a uma rocha, sofrendo o ataque de um abutre que lhe devorava pedaços do fígado de tempos em tempos.

O castigo seria infinito justamente por causa da regeneração do órgão. Apesar de bem criativa, a história soa algo absurda se a gente focalizar os aspectos médicos. Depois de séculos de experiências, os … Leia mais
Por que sentimos cócegas?
Elas estão relacionadas à reação do organismo a situações de medo e pânico. É por isso que as cócegas geralmente se manifestam por meio de risadas desconfortáveis. São provavelmente uma resposta primitiva, com o objetivo de fazer o corpo reagir no caso, por exemplo, de haver algum inseto caminhando sobre ele. A pele de certas partes mais vulneráveis do corpo possui receptores sensíveis chamados de terminações nervosas livres. "Esses receptores nervosos são os mesmos que nos permitem sentir dor, coceira e excessos de calor ou frio - ou seja, estímulos perturbadores que levam o organismo a se … Leia mais
Por que o papel não volta à forma original depois de dobrado?
Porque as ligações que mantêm o papel em sua forma original são rompidas com as dobras. O papel é formado de fibras de celulose entrelaçadas e unidas por átomos de hidrogênio, em uma ligação química chamada "ponte de hidrogênio". O papel começa a ser feito com as fibras de celulose misturadas com água, que depois é extraída do papel durante o processo industrial. O problema é que, quando as pontes são rompidas a seco, no papel já pronto, elas não podem ser refeitas. A únia maneira de tentar deixar a folha inteira de novo é jogando-a na água.

Pedra, papel ou tesoura?

Saiba por que o … Leia mais
Por que balas de menta deixam a boca
A refrescância de algumas balinhas vem da presença de substâncias como o mentol e o eucaliptol. Elas têm o poder de simular na boca a sensação de frio, tapeando os sensores da mucosa responsáveis por mandar a informação para o cérebro. Um processo semelhante ocorre com a pimenta, que estimula as terminações nervosas sensíveis ao calor. Nos dois casos, não há alteração da temperatura dentro da boca. Como as balas de menta deixam a mucosa mais sensível ao frio, a água em temperatura ambiente ou o próprio ar apenas parecem estar gelados. Em dias de calor e com a geladeira quebrada, chupe uma … Leia mais
Por que depois de comer a gente fica com sono?
Porque o fluxo sanguíneo aumenta na direção do estômago e do intestino, para ajudar no processo da digestão, e o sistema nervoso fica menos irrigado. Com menos sangue chegando, diminui também o transporte de oxigênio. "Quando existe menos oxigênio no cérebro, o organismo entra em estado de falsa hibernação e, por isso, sentimos sono", afirma a nutricionista paulista Vanderli Marchiori.

Essa é a explicação fisiológica clássica, mas, recentemente, uma equipe de cientistas da Universidade de Manchester, na Inglaterra, apontou outro fator envolvido nessa questão. Eles descobriram um mecanismo … Leia mais