Blog Biologia | Prof. Fernando Belan
 
 
 
 
Publicidade
05 Ago
Revisão: Organelas Citoplasmáticas - Retículos Endoplasmáticos 10:00
Revisão: Organelas Citoplasmáticas - Retículos Endoplasmáticos
Reticulo endoplasmático.

É uma rede de canais que interligam toda a célula;
Originado a partir da membrana plasmática;
Não ocorre em células procariontes;

Classificação:
Retículo Endoplasmático Liso (REL): Também chamado de agranular, não apresenta ribossomos aderidos à sua superfície.

Retículo Endoplasmático Rugoso (RER): Possui ribossomos aderidos à sua superficie.

Corpúsculo de Nissl: Nome especial dado aos retículos endoplasmáticos dos neurônios.

Retículo Endoplasmático Liso - Funções
Distribuição de substâncias através da célula;
Produção de lipídios (ácidos gráxos, fosfolipídios e colesterol);
Produção de hormônios sexuais (progesterona, estrógeno e testosterona);
Armazenamento de cálcio (contração muscular);
Desintoxicação de álcool, drogas e medicamentos no fígado.

Retículo Endoplasmático Rugoso - Funções
Distribuição de substâncias através da célula;
Produção de proteínas, devido a presença de ribossomos aderidos;
Principais proteínas = Lisossômicas, proteínas da membrana plasmática e enzimas digestivas.




Síntese de proteínas no RER:
Os ribossomos do citoplasma iniciam a síntese de proteínas se ligando ao RNA mensageiro;
Se na proteína em formação, existir uma sequência sinalizadora, proteínas especiais citoplasmáticas prendem o ribossomo à membrana do RER;
A proteína produzida atravessa o poro da membrana e penetra no  RER;
Ao final do processo, a proteína vai para o interior do retículo e o ribossomo se desprende, separando suas subunidades.



WebRep
 
currentVote
 
 
noRating
noWeight
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Fazer um comentário neste post:

Comentar

Comentários

  • Nenhum comentário até agora. Seja o primeiro a comentar!

Voltar