Blog Biologia | Prof. Fernando Belan
 
 
 
 
Publicidade
13 Jul
Entenda o conceito de Epigenética. 11:51
Entenda o conceito de Epigenética.
O prefixo originário do grego epi, "acima de", foi adicionado à palavra "'genética"para se referir a um campo de estudos recentes que reúne pesquisadores de diversas áreas e cujo objetivo principal é compreender o desenvolvimento de doenças multifatoriais e outras síndromes não explicadas pela genética.

Trata-se, portanto, de pesquisas com enfoque diversificados, como:

 - Estudo dos mecanismos bioquímicos pelos quais os genes são ativados ou desativados, como é o caso da adição de moléculas a trechos específicos do DNA, chamadas de marcas epigenéticas. Um desses mecanismos é conhecido como metilação, em que um trecho do DNA recebe um grupo metil (CH3), que determina a inativação do gene. A metilação, portanto, impede que o gene seja expresso;

- Estudo da informação proveniente da parte não codificante do DNA, ou seja, do conjunto de íntrons, que até pouco tempo era chamado de "DNA-lixo". Identificar como os íntrons coordenam a marcação epigenética é um dos objetivos desses estudos;

 - Estudo da interferência de fatores ambientais (habitos alimentares, tabagismo, nível de atividade física, etc.) nos processos de ativação e desativação gênica. Alguns genes podem ser ativados durante o desenvolvimentos do embrião e desativados depois, por codificarem proteínas desnecessárias em etapas posteriores do desenvolvimento. Alguns fatores ambientais eventualmente podem reativar esses genes e então as células correspondentes passariam a ter atividades aumentadas, compatível com o período de desenvolvimento embrionário. Num organismo adulto, isso poderia significar o desenvolvimento de alguns tipos de câncer.

Fonte: Tereza Costa Osorio; Ser Protagonista, vol 3. ed. SM 2013.

Fazer um comentário neste post:

Comentar

Comentários

  • Nenhum comentário até agora. Seja o primeiro a comentar!

Voltar