Blog Biologia | Prof. Fernando Belan
 
 
 
 
Publicidade
21 Ago
Como evitar o câncer de pele? 09:30
Como evitar o câncer de pele?
No Brasil, o câncer mais frequente é o de pele, correspondendo a cerca de 25% de todos os tumores diagnosticados. A radiação ultravioleta natural, proveniente de Sol, é o seu maior agente causador.

O tipo mais grave de câncer de pele, o melanoma, corresponde a 4% dos casos. Ele tem origem nos melanócitos que se dividem formando pintas com aspecto bem característico, identificadas pelo chamado ABCD das pintas.

Todas as pintas se devem a um número maior de melanócitos em determinados pontos da pele; em geral, as pintas não são malignas. Observá-las é importante e, se uma delas for sugestiva de melanoma, deve-se procurar rapidamente atendimento médico.

O melanoma é curável se detectado em estágios iniciais e removido. Caso contrário, a letalidade é muito alta em função da capacidade dos melanócitos migrarem pelo corpo com possibilidades de metástase. As pessoas de pele clara que vivem em locais de alta incidência de luz solar são as que apresentam maior risco.

O clima tropical, a grande quantidade de praias, a ideia de beleza associada ao bronzeamento e o trabalho rural favorecem a exposição excessiva à radiação solar.

Considerando-se que os danos provocados pela abuso  de exposição ao Sol são cumulativos, é importante que cuidados sejam tomados desde a infância.

Para a prevenção não só do câncer de pele como também das outras lesões provocadas pelos raios ultravioletas (UV) é necessário evitar a exposição ao Sol sem proteção. É preciso usar filtros durante atividades ao ar livre, bem como chapéus, guarda-sóis e óculos escuros, além de evitar a exposição em horários em que os raios UV são mais intensos, ou seja, das 10 às 16 horas.

Fonte: Lopes, S & Rosso, S. Conecte bio. vol 2. São Paulo, Saraiva, 2011.

Fazer um comentário neste post:

Comentar

Comentários

  • Nenhum comentário até agora. Seja o primeiro a comentar!

Voltar