Blog Biologia | Prof. Fernando Belan
 
 
 
 
Publicidade
16 Ago
Como a enguia elétrica se protege do próprio choque? 19:49
Como a enguia elétrica se protege do próprio choque?
Ela não precisa se proteger, pois está adaptada para conviver com a corrente que produz. A enguia tem estruturas musculares especiais com células chamadas eletrócitos, que convertem a energia não gasta na locomoção em impulsos elétricos. Essa eletricidade é acumulada e cria um campo ao redor do bicho, que orienta sua movimentação, protege-o de predadores e o ajuda a capturar suas presas.

1. Uma enguia adulta pode ter até 160 mil eletrócitos (um tipo de célula que acumula e emite eletricidade), especialmente na parte inferior do corpo. Elas são organizadas como pilhas num controle remoto: o polo negativo de uma está em contato com o positivo de outra

2. Essa disposição permite a circulação de uma corrente elétrica, ou seja, o fluxo de partículas portadoras de carga elétrica. Assim, o bicho vira uma "bateria viva": seu polo negativo localiza-se perto da cauda e o positivo na parte da frente, um pouco antes da cabeça

3. Uma das consequências dessa corrente é a criação de um campo elétrico ao redor da enguia. Se ela sente mudanças na frequência desse campo, é porque ele foi invadido. Instintivamente, o bicho emite descargas de até 600 volts (equivalente a quase cinco tomadas domésticas), o suficiente para paralisar ou matar o invasor.

Fonte:

Fazer um comentário neste post:

Comentar

Comentários

  • Nenhum comentário até agora. Seja o primeiro a comentar!

Voltar