Blog Biologia | Prof. Fernando Belan
 
 
 
 
Publicidade
27 Out
Aprender um segundo idioma estimula a inteligência. 12:32
Aprender um segundo idioma estimula a inteligência.
Pesquisa realizada na Escócia aponta que falar uma segunda língua - assim como o hábito de leitura - estimula a fluência verbal e as habilidades cognitivas, tonando o indivíduo mais capacitado para diversas áreas do conhecimento. 

O teste aponta que independente da idade em que aprende o idioma nota-se diferença na capacidade de aprendizado. A avaliação foi feita com crianças de 11 anos de idade e o segundo teste quando já tinham 70 anos. 

A revista Annals off Neurology chegou a conclusão de que o grupo aumentou as habilidades cognitivas quando alcançaram os 70 anos, tornando-se mais capazes do que na infância.  Pesquisas anteriores já haviam registrado que aprender um segundo idioma também evitaria casos de demência na terceira idade.

Capacidade de aprender um segundo idioma

Os pesquisadores também tinham como objetivo compreender o motivo pelo qual pessoas aprendem uma segunda língua. São mais inteligentes por isso aprendem, ou, o aprendizado e a capacitação bilíngue o tornaram mais inteligentes. 

O estudo revela que embora seja evidente a capacitação intelectual e o aumento de foco e atenção após o aprendizado de uma segunda língua, não existem comprovações de que isso tenha relação com a inteligência particular de cada indivíduo. 

Milhões de pessoas em todo mundo aprendem um segundo idioma na fase adulta a partir dos 18 anos de idade e isso não tem interferência nos benefícios que o aprendizado pode proporcionar para a saúde mental do indivíduo.

Comprovações relacionadas

Outro estudo realizado na Suécia aponta que determinadas áreas do cérebro aumentam quando aprendemos outro idioma. A pesquisa revela que indivíduos que estudavam diariamente sem envolver aprendizado de idiomas mantiveram o cérebro com  a mesma proporção.

Por outro lado, grupos que focaram no aprendizado de outra língua e tiveram maior facilidade em aprender um segundo idioma adquiriram o aumento do hipocampo. Outros que necessitaram esforçar-se mais desenvolveram as áreas do córtex - ambas relacionadas ao aprendizado de novas línguas.

Fazer um comentário neste post:

Comentar

Comentários

  • Nenhum comentário até agora. Seja o primeiro a comentar!

Voltar