Blog Biologia | Prof. Fernando Belan
 
 
 
 
Publicidade
11 Nov
Como uma planta carnívora come carne se não tem estômago? 10:48
Como uma planta carnívora come carne se não tem estômago?
Ela tem estômago, sim! A armadilha que captura as presas funciona como uma câmara digestiva. A maioria das mais de 700 espécies de plantas carnívoras identificadas se alimenta de insetos, por isso também são chamadas de plantas insetívoras. Há, entretanto, poucas espécies maiores, com cerca de meio metro de comprimento, capazes de aprisionar rãs e pássaros.

Já o homem não faz parte da dieta: se você colocar o dedo nas folhas de uma carnívora, ela vai fechar e abrir em seguida. A maior fonte de energia das insetívoras, porém, não é a carne, mas a fotossíntese, como qualquer planta. As presas servem como complemento nutricional, ajudando a suprir a necessidade de nitratos e fosfatos, escassos nos solos ácidos e pobres em que as carnívoras vivem.

Instinto selvagem

A digestão pode durar até 12 dias, dependendo da espécie e do tamanho da planta e da presa

PARA COMER COM OS OLHOS

Cores vivas e odores adocicados ou podres são os mecanismos usados para iludir e atrair as presas. Os insetos chegam achando que vão se deliciar com um bom néctar ou cadáver e eles é que acabam virando banquete...

BARRIGA CHEIA

A digestão começa já na captura. A luta do animal para se livrar da armadilha estimula a produção das enzimas que irão acabar com ele. Algumas plantas contam, ainda, com ajuda de microrganismos para sintetizar o alimento ingerido

DIGESTÃO SELETIVA

Ao terminarem a refeição, as plantas colocam para fora o que não foi digerido. Elas percebem quando capturam algo que não é alimento, como uma pedra, e expelem o corpo estranho

As armadilhas da Dionea têm prazo de validade: após dez ou 12 fechamentos não capturam mais nada

Hora do bote

Cada espécie tem sua própria estratégia para captura. São três tipos básicos de armadilhas:

FOLHAS COLANTES

No caso da Dionea, as folhas se fecham para prender a vítima

URNA ALAGADA

Nas Nepenthes, o bicho desliza pelas paredes e se afoga no fundo de um bolsão

BICO ADESIVO

A Drosera, espécie mais comum no Brasil, tem pelugem grudenta nas folhas. Elas se curvam sobre a presa para devorá-la

Fonte:

Fazer um comentário neste post:

Comentar

Comentários

  • Nenhum comentário até agora. Seja o primeiro a comentar!

Voltar