Blog Biologia | Prof. Fernando Belan
 
 
 
 
Publicidade
Em quanto tempo a Amazônia acabará?
Considerando a extinção de 100% da floresta e a atual taxa de devastação, de cerca de 0,2% ao ano, levará em torno de dois séculos. Mas alguns cientistas defendem que se o homem detonar entre 30% e 40% da Amazônia, ela entrará em um processo irreversível de destruição e desertificação. Assim, se a taxa continuar em torno de 0,2% ao ano, este futuro negro se concretizará em 2053. Se o ritmo de desmatamento voltar ao de 1995, quando atingiu o pico de 0,75%, o verde sumirá em pouco mais de uma década! “Por isso, é fundamental manter a taxa baixa (0,1%) e, até 2020, eliminar de vez o … Leia mais
Sabia um pouco mais sobre anomalias congênitas.
Anomalias, defeitos ou malformações congênitas são termos que se referem a problemas de nascença. Congênito significa nascido com o indivíduo. A ciência que estuda o desenvolvimento anormal do embrião e do feto é denominado teratologia.

As anomalias congênitas podem ter causa genética e/ou ambiental, embora em 60% dos casos as razões não sejam exatamente conhecidas.

Vamos comentar alguns dos fatores ambientais que podem provocar anomalias congênitas. Geralmente esses fatores atuam de modo mais grave quando interferem no período embrionário (até a oitava semana de gestação), sendo … Leia mais
Tudo o que você precisa saber sobre células-tronco
Células-tronco são células indiferenciadas capazes de originar outros tipos celulares dos diferentes tecidos do corpo.

Existem três categorias de células-tronco: as TOTIPOTENTES ou EMBRIONÁRIAS, que são capazes de se diferenciar em qualquer um dos tipos de células do corpo de um adulto; as PLURIPOTENTES que se diferenciam na maioria dos tipos celulares do corpo; e as MULTIPOTENTES que podem se diferenciar em apenas alguns tipos celulares.

No corpo já formado não existem células-tronco totipotentes. Há, no entanto, células-tronco pluripotentes, como as da medula óssea vermelha (MOV), e … Leia mais
Quais os estragos que um superterremoto causaria no Brasil?
O Brasil sofre cerca de 100 sismos todo ano. Entretanto, eles são fracos porque estamos distantes das bordas das placas tectônicas, cuja fricção é a maior causa de terremotos. Mas eles também podem ocorrer após erupções vulcânicas, como a do Cumbre Vieja, nas ilhas Canárias, no oceano Atlântico. Há anos esse vulcão vem sendo monitorado porque, caso entre em atividade, pode derrubar parte da ilha no mar, gerando um tsunami que destruiria a América Central e o estado da Flórida, nos EUA, e ainda chegaria ao litoral brasileiro. Rio de Janeiro, Vitória, Belém e as capitais litorâneas do Nordeste … Leia mais
Quais são as plantas mais venenosas do mundo?
Dá para citar pelo menos uma dezena de plantas mortais, com toxinas venenosas que podem matar quem entrar em contato com elas. Mas não dá para fazer um ranking incontestável das mais venenosas. Primeiro, porque o efeito da toxina varia muito de pessoa para pessoa - as vítimas mais resistentes podem ter apenas vômitos ou outras reações menos pesadas; as mais fracas podem morrer. Segundo, porque a quantidade de veneno capaz de causar problemas ao ser humano muda de planta para planta. E terceiro, porque existem várias formas de contágio: comendo a planta, tendo contato pela pele e até cheirando … Leia mais
Que espécies invasoras causaram desastres ecológicos?
O número de espécies invasoras no mundo está na casa dos milhares - e crescendo.



Segundo o Global Invasive Species Database (Base de Dados Global de Espécies Invasoras), só o Brasil tem 174 espécies invasoras que causam algum impacto ambiental negativo. Fora de lugar, animais, plantas, fungos e micro-organismos têm potencial devastador de desequilibrar ecossistemas, geralmente devorando uma espécie local ou reproduzindo-se descontroladamente. A coisa é grave: espécies invasoras são a segunda maior ameaça à biodiversidade do planeta, atrás apenas do aquecimento global.

ILHA DOS … Leia mais
Cientistas transformam água em combustível.
Usando luz solar, uma equipe de cientistas da Universidade do Colorado desenvolveu um processo que separa as moléculas que compõem a água, o que pode ser o primeiro passo para o uso de hidrogênio como combustível limpo. Um estudo publicado na última semana na revista Science mostra como os cientistas chegaram a esse resultado.

O sistema desenvolvido pelos cientistas usa espelhos para concentrar a luz solar em um ponto específico, até que se atinja uma temperatura concentrada de 1.350 ºC. Então, o calor é direcionado a um reator cheio de substâncias conhecidas como óxidos metálicos, uma … Leia mais
Para onde vão os pernilongos no inverno?
Eles simplesmente morrem nessa época do ano, pois não suportam as baixas temperaturas. Em geral, os pernilongos adultos morrem quando as temperaturas caem para perto dos 15 ºC. A espécie só não entra em extinção porque nem todos os mosquitos estão na fase adulta nessa época do ano. "Durante o inverno, os ovos e as larvas do pernilongo passam a ter um metabolismo muito lento, que retoma seu desenvolvimento normal quando começa a esquentar de novo. Essas fases aquáticas são mais duradouras e resistem ao inverno", diz o bioquímico José Maria Soares Barata, da Faculdade de Saúde Pública da … Leia mais
Pessoal do colégio Bionatus, abaixo deixo o gabarito da questão 07 da aula de questões abertas.

a) Os resíduos nitrogenados são: amônia, ureia e ácido úrico.

b) Os mamíferos são classificados como animais ureotélicos por possuirem a capacidade de excretar ureia.
obs: A transformação da amônia em ureia ocorre nos hepatócitos (fígado) através do ciclo da ureia ou ciclo da ornitina.

c) Na tubulo contorcido proximal (TCP), glicose e aminoácidos são reabsorvidos ativamente e em seguida a água passa passivamente para o sangue. Na alça de Henle ocorre também a principal absorção de água.

Leia mais
Por que cachorros não podem comer chocolate?
Porque o chocolate, principalmente o escuro, contém teobromina, uma substância que faz um grande estrago no sistema nervoso dos totós. Presente no cacau, a teobromina pode provocar crises alérgicas, aumento da pressão arterial, taquicardia, arritmia, tremores e convulsões. Dependendo do porte do animal, da quantidade de chocolate que ele ingerir e da sua sensibilidade ao alimento, ele pode até mesmo entrar em coma e morrer. E tem mais: o consumo de chocolate, bem como de outros alimentos com alto teor de açúcar, predispõe os cachorros a cáries e outros problemas dentários. Para evitar essa … Leia mais