Blog Biologia | Prof. Fernando Belan
 
 
 
 
Publicidade
NO PAIN NO GAIN? Lesão no treino físico não leva a aumento de massa muscular.
No pain, no gain (sem dor, sem ganho) é uma frase comum entre quem faz musculação, pois o dano é considerado essencial para o aumento de massa muscular. Porém, uma pesquisa da Escola de Educação Física e Esporte (EEFE) da USP mostra que não há relação entre lesões no treino e crescimento dos músculos. Eles vão crescer apenas com o aumento da síntese proteica após a redução das lesões no decorrer do treinamento. O estudo de doutorado de Felipe Damas recebeu menção honrosa na área de Ciências da Saúde do Prêmio Tese Destaque USP 2018.

O dano muscular (ou microlesões adaptativas na … Leia mais
O que é chorume do lixo?
Esse líquido escuro e de cheiro forte se forma quando o lixo entra em decomposição, principalmente por causa da ação de bactérias. Tanto faz se o lixo é orgânico (como restos de comida) ou inorgânico (como plástico ou vidro). Também chamada de lixiviado, a gosma pode surgir da umidade natural do detrito ou gerada por seu apodrecimento, e é alimentada pela água da chuva.

Sua composição varia de acordo com o material descartado: geralmente contém nitrogênio e carbono, mas também pode incluir cobre, cobalto, cádmio, mercúrio e outros metais pesados. Por isso, ele é muito mais prejudicial ao … Leia mais
Teoria da conspiração: o flúor na água é usado para controlar mentes?
RECOMENDADA PELOS DENTISTAS?
Em 1939, H.V. Churchill, químico chefe da Aluminium Company of America (Alcoa), teria feito um estudo em ratos que mostrou que a água com flúor diminui a incidência de cáries. Como o fluoreto (forma ionizada do flúor, ou seja, que pode compor outros compostos químicos) é um subproduto do alumínio, a empresa estaria interessada em dar um destino à água que usa, carregada de flúor

MASSA DE MANOBRA
O governo teria visto aí a oportunidade de criar uma campanha de higiene à base de flúor. Isso seria um projeto de manipulação mental: no corpo, doses de flúor em … Leia mais
EPIDEMIA DE ZIKA? Um possível ciclo silvestre de Zika no Brasil.
Pesquisadores brasileiros identificaram o vírus zika em carcaças de macacos encontradas em São José do Rio Preto, interior de São Paulo, e em Belo Horizonte, Minas Gerais. Os saguis e macacos-prego haviam sido mortos a tiros e pauladas pela população por receio de que estivessem infectados com o vírus da febre amarela. Os animais, na verdade, estavam infectados com o vírus zika, assim como os mosquitos coletados na região. As análises também mostraram que o vírus dos macacos era o mesmo que causa a doença em seres humanos. Em laboratório, os pesquisadores injetaram as amostras do zika em … Leia mais
A educação ambiental está dando resultados? Esperança para a Mata Atlântica.
A situação da Mata Atlântica, um dos ambientes com maior biodiversidade e também mais ameaçados do mundo, pode estar melhor do que se imaginava até pouco tempo atrás. Dados obtidos por sensoriamento remoto de alta resolução indicam que sua vegetação se espalha por 28% da área que ocupava antes da chegada do colonizador europeu (Perspectives in Ecology and Conservation, 22 de outubro). Segundo essa estimativa, restam aproximadamente 32 milhões de hectares (ha) de Mata Atlântica, o dobro dos cálculos anteriores. O novo levantamento foi conduzido por pesquisadores do Rio de Janeiro, de … Leia mais
Parece mas não é! A semelhança enganosa entre espécies.
O botânico Fábio Pinheiro apresenta duas orquídeas bastante diferentes entre si mantidas no jardim experimental do Instituto de Biologia da Universidade Estadual de Campinas (IB-Unicamp). As duas exibem cachos de flores rosa e são classificadas como Epidendrum secundum, espécie que cresce em uma longa faixa de terra entre a Bahia e o Rio Grande do Sul, na cordilheira dos Andes e no Caribe. Uma delas, coletada no alto de uma serra de Minas Gerais, tem cerca de 20 centímetros de altura e três ramos. A outra, trazida das terras tórridas da Paraíba, tem quase o triplo da altura e o dobro de … Leia mais
Dicas de saúde do canal Farmácia fácil. Métodos
Vídeo Aula - Revisão: Água, Sais Minerais e Carboidratos - CLIQUE AQUI!
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
Link do vídeo
Como reduzir o acúmulo de ácido láctico dos músculos?
O ácido láctico é liberado nos músculos quando seus estoques normais de energia se esgotaram, ainda havendo necessidades energéticas intensas. Pequenas quantidades de ácido láctico operam como fonte temporária de energia, ajudando-lhe a evitar a fadiga durante exercícios. Porém, um acúmulo de ácido láctico durante os exercícios pode criar sensações de queimação nos músculos, podendo desacelerar ou interromper sua atividade atlética. Por esse motivo, pode ser desejável reduzir o acúmulo de ácido láctico nos músculos. Esse artigo lhe mostrará como.

01. COMPREENDENDO O ÁCIDO LÁCTICO.



Leia mais
Picadinho de sono: sono polifásico traz riscos à saúde
A cena se repete: na mesa do bar, o indivíduo diz que está sem tempo para dar conta de todos os compromissos de sua atribulada vida moderna. O trabalho anda consumindo bem mais do que as 8 horas contratuais. Ainda tem a pós-graduação, o curso de inglês e a atividade física, que ele vive boicotando. A mulher e o chope com os amigos viraram exceção na rotina. Então um amigo lança aquela: “E o que você faz da meia-noite às seis?”

A frase virou piada porque a resposta é óbvia. Ou era. Em tempos de atribuições excessivas, não falta gente aderindo ao sono polifásico, que substitui as noites … Leia mais