Blog Biologia | Prof. Fernando Belan
 
 
 
 
Publicidade
Na base de cordilheiras, como os Alpes, inundações são comuns — na época certa, a água pode cobrir o solo por dias. Isso é um problema para a espécie de formigas Formica selysi, que mora nessas áreas. Elas são obrigadas a evacuar toda a sua colônia, salvando a rainha e as larvas, para construir um tipo de jangada usando seus próprios corpos.

Segundo a Science, pesquisadores coletaram algumas dessas formigas e assistiram à formação desses barcos improvisados dentro de um laboratório. O processo foi todo gravado de cima para baixo.

Os cientistas notaram que rainhas são geralmente … Leia mais
Gêmeos idênticos têm a mesma impressão digital?
Curiosamente não. E isso deixa a gente com a pulga atrás da orelha, já que os gêmeos idênticos (ou univitelinos) são clones perfeitos, eles têm o mesmo DNA. Afinal, são formados quando um único óvulo, fecundado por um espermatozóide, se divide em dois embriões. A princípio, esses irmãos deveriam ser idênticos de cabo a rabo. Mesmo assim, a papiloscopia - ciência que estuda as linhas das mãos e dos pés - diz que as impressões digitais dos univitelinos podem até seguir a mesma fórmula, mas nunca serão iguais. "A digital muda de dedo para dedo, de mão para mão. Assim como não existem duas zebras … Leia mais
É verdade que uma barata consegue viver sem cabeça?
Sim! A explicação para esse fenômeno bizarro é simples: as principais estruturas vitais da barata não estão na cabeça. O coração é um vaso estendido ao longo do dorso do bicho. O sistema nervoso fica espalhado pelo abdome. E mais importante: as baratas respiram por estruturas chamadas espiráculos, uma série de pequenos poros distribuídos ao longo do corpo que mantêm o entra-e-sai de ar numa boa.

Além disso, a nojenta tem uma pressão sanguínea muito menor que a dos mamíferos. Por isso, quando ela é decapitada, não rola uma perda de sangue que comprometa sua sobrevivência. "Todos esses … Leia mais
Qual é o país mais verde do mundo?
É a Islândia, que lidera o EPI (sigla em inglês para Índice de Performance Ambiental). Nesse ranking, publicado a cada dois anos pelas universidades Columbia e Yale, nos EUA, os países são classificados de acordo com as medidas adotadas para proteger o meio ambiente.

A avaliação considera 25 critérios, divididos em oito categorias, cada uma com um peso, e a maioria dos dados vem de organizações internacionais, como a ONU e o Banco Mundial. A especialista em políticas ambientais Angel Hsu, gerente do EPI, porém, adverte que "o índice não responde se as medidas de preservação estão … Leia mais
Você sabe de onde vem a gelatina?
Ela é feita de uma proteína animal chamada colágeno, tirada quase sempre do couro do boi. O processo inicia-se com a preparação das raspas dessa pele. "Depois vêm as etapas de extração, filtragem, concentração, esterilização, secagem e moagem", afirma Alexandre Ferreira Costa, técnico da Kraft Foods.

O resultado é um pó incolor, com aplicações não só na indústria de alimentos, como na farmacêutica e outras. Para fabricar a gelatina consumida como sobremesa, esse pó é acrescido de aromatizantes, corantes e açúcar ou adoçante. A transformação do pó em alimento, já em casa, se dá através da … Leia mais
 Frio faz emagrecer mais que exercícios físicos.
Ok, neste começo de ano, sentir frio parece tarefa impossível no Brasil. Mas, caso tenha um ar condicionado, fica a dica: passar frio pode fazer você emagrecer do que os exercícios físicos.

É o que diz um estudo liderado pelo endocrinologista Paul Lee, do Instituto Garvan de Pesquisa Médica, na Austrália. Eles expuseram alguns voluntários ao frio por até 15 minutos e depois pediram para que se exercitassem numa bicicleta ergométrica, num nível de dificuldade moderado, por uma hora. E, olha só, por meio da análise de hormônios, descobriram que as duas atividades consumiram a mesma … Leia mais
Polêmica: Existem doenças sem cura, ou não existe interesse em curá-las?
A pergunta que encabeça essa matéria já é discutida a muito tempo pela comunidade científica, governos e pela própria população. Porém as declarações recentes do CEO (sigla em inglês, que representa o chefão de uma empresa) da Bayer provocou muita polêmica, confira:  'Este remédio não é para os indianos, mas para pacientes do ocidente que podem pagar' (Marijn Dekkers).

O presidente da farmacêutica alemã Bayer disse em uma uma conferência em Londres que a empresa não vai perder muito com os processos indianos que obrigam empresas farmacêuticas a liberarem compulsoriamente a licença de … Leia mais
O que é a
É a castanha de uma planta nativa da África tropical. A árvore chegou às Américas trazida pelos escravos e ganhou nomes como noz-de-cola, orobó e café-do-sudão. As árvores coleiras produzem uma noz de 2 a 5 centímetros, com a cor avermelhada típica dos refrigerantes feitos com ela. Graças à alta concentração de cafeína, a cola é usada pelos africanos como estimulante e digestivo. Além disso, quando mastigada, ela realça o sabor doce de alimentos consumidos em seguida. Hoje, entretanto, os refris só têm noz-de-cola no nome, porque ela foi substituída na fórmula por ingredientes sintéticos

Leia mais
Como o gás do riso age no corpo?
O gás do riso, ou hilariante, produz uma suave depressão numa região do cérebro relacionada aos sentimentos e à autocensura. Ao inalá-lo, a pessoa entra num estado de relaxamento e felicidade, podendo mesmo rir à toa. A sensação é parecida à de quando se exagera um pouco na bebida. Ainda não se sabe precisamente qual é o mecanismo de ação do gás, cujo nome correto é óxido nitroso (N2O). Ele foi descoberto em 1772 pelo químico inglês Joseph Priestley. Alguns anos depois, verificou-se que o gás provocava uma sensação agradável ao ser inalado. Assim, não demorou muito para que a substância … Leia mais
Para que serve as amígdalas?
Elas nos ajudam a criar anticorpos para combater bactérias agindo, assim, como grandes aliadas do sistema imunológico. Devido à sua localização estratégica - na encruzilhada entre a boca, o nariz e a garganta -, as amígdalas acabam percebendo e processando todas as bactérias que invadem o organismo, pelo ar ou pelos alimentos. "Sua principal função é desenvolver anticorpos para combater bactérias específicas, para que o corpo consiga se defender rapidamente e crie imunidade caso seja atacado pela mesma bactéria numa próxima vez", afirma o otorrinolaringologista Luc Weckx, da Universidade … Leia mais