Blog Biologia | Prof. Fernando Belan
 
 
 
 
Publicidade
Cuidado: Beber água demais pode explodir seus neurônios!
Que a água é essencial para a vida, todo mundo sabe. O líquido constitui 66% do corpo humano e está presente no sangue e nas células, além de preencher os espaços entre eles. O corpo perde água a todo o momento por meio do suor, da urina, fezes e expiração, entre outras “rotas de fuga”. Reabastecer os estoques é essencial, mas a reidratação também pode ser excessiva. Uma overdose de água pode ser fatal.

No começo de 2007, uma mulher de 28 anos de idade, na Califórnia, morreu após participar de um concurso de uma rádio para ver quem conseguia tomar mais água. Após ingerir seis litros em … Leia mais
Câncer: saiba como funciona.
A base biológica do câncer está fundamentada na perda da capacidade normal de a célula regular sua divisão. As células cancerígenas não param de se multiplicar. Com isso, crescem sobre outras células e invadem tecidos sadios, formando massas celulares que são os tumores malignos. Elas têm a capacidade de se espalhar pelo corpo todo, originando as chamadas metástases.

Vários fatores podem desencadear essa disfunção da capacidade de divisão das células. Existem causas genéticas e até mesmo causas virais. O câncer de mama, por exemplo, tem base genética; já alguns tipos de leucemia são … Leia mais
Mexilhão-dourado - espécie introduzida por água de lastro no Brasil.
O mais recente caso de invasão de espécies exóticas com sucesso no Brasil é o do mexilhão-dourado (Limnoperna fortunei). Esse pequeno bivalve de água doce tem cerca de 4 cm de comprimento e é originário do sul da Ásia. Em 1991 foi feito o primeiro registro da espécie na América do Sul, que deve ter chegado na água de lastro1 de navios. Estabeleceu-se no rio da Prata, na região de Buenos Aires, Argentina. No Brasil, o primeiro registro aconteceu em 1999, na praia de Itapuã e em Porto das Pombas, situados no município de Viamão (RS), ao sul do lago Guaíba. Por se incrustar em tubulações, L. … Leia mais
Os novos CaFezes - Black Ivory Coffee.
Os indonésios criaram o kopi luwak: um café feito com grãos comidos - e excretados - pela algália, uma espécie de gato. A moda pegou, e agora existem bebidas feitas com a 'ajuda' de vários animais.

Black Ivory Coffee
Como é - Feito com sementes ingeridas (e defecadas) por elefantes tailandeses. As bactérias e enzimas presentes no sistema digestivo do elefante alteram as propriedades do café, que fica mais saboroso. Cada xícara do produto, que está sendo lançado por uma rede asiática de hotéis de luxo, custa R$ 50.

Qual é o gosto - Café com traços de chocolate e nozes.


Jacu Coffee
Leia mais
Malária ou paludismo é uma doença infecciosa transmitida por mosquitos e provocada por protozoários parasitários do género Plasmodium. A doença é geralmente transmitida através da picada de uma fêmea infectada do mosquito Anopheles, a qual introduz no sistema circulatório do hospedeiro os microorganismos presentes na sua saliva, os quais se depositam no fígado, onde maturam e se reproduzem. A malária manifesta-se através de sintomas como febre e dores de cabeça, que em casos graves podem progredir para coma ou morte. A doença encontra-se disseminada em regiões tropicais e subtropicais ao … Leia mais
Como é uma árvore de amendoim?
Os amendoins não crescem em árvores.

Apesar do seu nome, em inglês (peanuts), e aparência, amendoins não são nozes, eles fazem parte da família das plantas leguminosas, que inclui os feijões, lentilhas , ervilhas e outros alimentos conhecidos.

Quando plantadas, as sementes de amendoim (grãos) crescem como plantas pequenas, rastejantes com poucos centímetros e com folhas ovais. A planta de amendoim parece banal à primeira vista, mas ao contrário da maioria de outras plantas, suas flores florescem acima do solo, enquanto que seus frutos (amendoim) desenvolvem abaixo do solo.

Para … Leia mais
Por que os gatos gostam de caixas?
Para os gatinhos de estimação, todos os brinquedos do mundo não se comparam a uma simples caixa de papelão.

Mas por que os nossos amigos felinos são tão atraído por caixas e outros objetos fechados, incluindo bolsas, cestos de roupa, malas e mochilas?

Buscar espaços fechados é um comportamento instintivo para os gatos. Na natureza, estas áreas permitem ao animais se esconder dos predadores e também surpreender suas presas.

"Os gatos gostam de caixas porque são animais enigmáticos, pois eles gostam de se esconder", Stephen Zawistowski, conselheiro científico da American Society for … Leia mais
Como se forma a casca de ferida?
Ela é resultado do processo de cicatrização que rola quando acontecem cortes e sangramentos na superfície da pele. Mesmo o mais inocente arranhão pode romper as camadas superiores e acionar o processo. Protegida pela casquinha, a pele lesionada se reconstrói lentamente. Dependendo do estrago, a regeneração pode levar até algumas semanas para ser concluída.

Em reconstrução

O sangue carrega vários tipos de células para recuperar a pele ferida

1. Se a lesão rompe as camadas superiores da pele (profundidade média de 4 mm), os vasos são cortados e o sangue jorra. Um dos componentes do … Leia mais
Como os golfinhos dormem?
Para os seres humanos e outros mamíferos terrestres, o sono envolve inconsciência total ou parcial, a inativação de todos os músculos voluntários (aqueles que são conscientemente controlados) e a suspensão dos sentidos, como visão e olfato.

Mas a mesma coisa não acontece com os golfinhos e outros cetáceos, o grupo de mamíferos marinhos que inclui baleias, orcas e golfinhos .

Em vez disso, esses animais passam por uma forma incomum de sono chamado "sono de ondas lentas uniemisférico". Também conhecido como sono profundo, sono de ondas lentas é um tipo de sono pensado para ajudar o … Leia mais
O Krakatoa pode abalar o mundo novamente?
O Krakatoa pode abalar o mundo novamente? Da última vez, ele matou milhares de pessoas e mudou o clima por cinco anos, agora poderia ser ainda mais mortal.

Lava laranja brilhante expelida no ar, fumaça escura se mistura com as nuvens e a noite sombria assume um brilho vermelho sinistro.

Elevando-se 800m acima da quietude tropical do estreito de Sunda, na Indonésia, um dos vulcões mais terríveis que o mundo já conheceu começou a agitar mais uma vez.

Quase 126 anos após o primeiro Krakatoa explodiu, imagens impressionantes divulgadas nesta semana provam que seu filho mais novo (Anak … Leia mais